Sementes de Curgete (2 variedades)

1,59

Curgete ‘Alberello’

A Curgete  Alberellho é uma variedade de curgete de sabor delicioso, suavemente curvada, cilíndrica e ligeiramente marmoreada. Variedade arbustiva com crescimento vigoroso e temporão.

Quantidade: 20 sementes

Curgete ‘Zuboda’

A curgete Zuboda é uma variedade não trepadora, produz frutos longos, de cor verde escura e com pequena cavidade de sementes. A colheita começa 6 semanas após o transplante, tendo boa produtividade. As flores são comestíveis e, tal como os frutos, são deliciosas!

Quantidade: 20 sementes

Produzido em Portugal, Idanha-a-Nova

Limpar
REF: SA-CU2V-SV Categorias: , Marca:

A Marca

 

A Sementes Vivas, fundada em 2015, é a única empresa ibérica dedicada de forma exclusiva à produção de sementes 100% biológicas, de alta qualidade com certificação biológica e certificação Demeter. Fazem a produção e o melhoramento de sementes biológicas para consumidores finais, agricultores profissionais e viveiros, retalho e ainda a multiplicação para outras empresas de sementes europeias.

Esta certificação DEMETER é ainda mais restrita e específica que a certificação biológica, comprovando que tentam ao máximo ter práticas agrícolas que promovam um ciclo fechado na sua quinta, com a compra de menos insumos de fora. A utilização de adubos é praticamente nula, focando-se principalmente na adubação verde e na rotação de culturas.

A quinta da Sementes Vivas tem outras particularidades, não são só sementes! Têm, por exemplo, um pomar tradicional de amendoeiras com 28 anos. Há dois anos aumentaram o pomar com plantações de árvores de fruto de diversas variedades: macieiras, pereiras, laranjeiras, romãzeiras, cerejeiras, entre outras.

Outra destas particularidades são as galinhas! Têm um galinheiro com algumas dezenas de galinha autóctones da raça Pedrês Portuguesa que  ajudam com a limpeza, e trazem fertilidade de volta ao consumirem os restos do processamento de sementes. São também preciosas na ajuda do controlo de algumas pragas.

 

Época de Sementeira

 

Curgete ‘Albarello’

Curgete ‘Zuboda’

 

Dicas de Cultivos

 

Curgete ‘Albarello’

Sementeira

Feita normalmente em tabuleiro com posterior transplante quando a planta tem 2 a 3 folhas verdadeiras, tendo-se em atenção que é uma cultura com alguma sensibilidade à crise de transplantação pelo que deve ser feita da forma mais cuidadosa possível, minimizando danos radiculares. A cultura pode ser feita em linhas deixando entre plantas 30 a 60 cm e 1.5 a 1.8 m entre linhas.

Solo

A cultura gosta de solos férteis, bem drenados e de texturas pesadas. O pH deve situar-se entre 6.5 e 7.0.

Clima

A cultura gosta de locais com boa luminosidade, devendo evitar-se locais propensos a ventos frios e a geadas tardias. Durante o verão prefere temperaturas diurnas entre os 22 e 32°C e noturnas não abaixo dos 20°C. A cultura é favorecida quando instalada num local com exposição a Sul.

Fertilização

É uma cultura algo exigente, devendo incorporar-se em fertilização de fundo algum composto.

Rega

Durante a fase inicial é essencial humidade adequada no solo bem como durante a polinização e formação do fruto. O sistema de rega gota-a-gota é interessante para a cultura para além do fornecimento hídrico preciso evita também água sobre as folhas que pode levar ao desenvolvimento de doenças.

Controlo de infestantes

mulching  é uma opção interessante para a cultura, quer com materiais orgânicos que com plástico pois ajuda a evitar a competição das infestantes com a cultura, evitar o contacto das curgetes com o solo e ainda poder aumentar a temperatura do solo em cultivos precoces.

Controlo de pragas

Os ácaros, afídeos, mosca branca e tripes são pragas da cultura. Para o controlo dos ácaros pode optar-se pela luta biológica com ácaros predadores bem com a aplicação de azadiractina e enxofre em pó. Para o controlo dos afídeos deve ter-se em atenção as fertilizações moderadas sem excesso de azoto, limitação natural com sebes em bordadura para favorecer os auxiliares, luta biológica com himenópteros parasitoides ou predadores, pulverizações semanais com chorume de urtiga, e ainda aplicações de sabão de potássio e azadiractina. Para o controlo da mosca branca deve ter-se em atenção as fertilizações moderadas sem excesso de azoto, não transplantar plantas infestadas do viveiro, colocar placas amarelas com para deteção, luta biológica com himenópteros parasitoides e ácaros predadores para além do uso da azadiractina. Por fim, as tripes dvem ser controladas através do uso de plantas adequadas em bordadura favoráveis aos auxiliares antocorídeos (como malmequeres)  e luta biológica com ácaros predadores e antocorídeos.

Controlo de doenças

A fusariose, míldio, oídio e podridão cinzenta são doenças da cultura. Para o controlo do fusário recomenda-se a prática de rotações culturais adequadas, biofumigação e solarização do solo. O míldio é controlado através rotações culturais adequadas, compassos largos, evitar excesso de água no solo e o uso de fungicidas cúpricos. O oídio é controlado através do uso de compassos largos, fertilizações moderadas sem excesso de azoto, podendo também aplicar-se enxofre em pó polvilhável ou molhável (como alternativa usar-se enxofre em pó + lithothamne (1:1) em polvilhação, sendo menos fitotóxico que enxofre estreme).

Branqueamento

Colheita

Devido à colheita ser escalonada é conveniente ir verificando regularmente ( 2 a 3 vezes por semana) o estado da cultura, pois é muito fácil os frutos ficarem com tamanhos superiores ao pretendido.

Pós-colheita

Os frutos podem ser mantidos por cerca de duas semanas a uma temperatura entre os 5 e 10°C e humidade relativa de 95%.

Curgete ‘Zuboda’

Sementeira

Feita normalmente em tabuleiro com posterior transplante quando a planta tem 2 a 3 folhas verdadeiras, tendo-se em atenção que é uma cultura com alguma sensibilidade à crise de transplantação pelo que deve ser feita da forma mais cuidadosa possível, minimizando danos radiculares. A cultura pode ser feita em linhas deixando entre plantas 30 a 60 cm e 1.5 a 1.8 m entre linhas.

Solo

A cultura gosta de solos férteis, bem drenados e de texturas pesadas. O pH deve situar-se entre 6.5 e 7.0.

Clima

A cultura gosta de locais com boa luminosidade, devendo evitar-se locais propensos a ventos frios e a geadas tardias. Durante o verão prefere temperaturas diurnas entre os 22 e 32°C e noturnas não abaixo dos 20°C. A cultura é favorecida quando instalada num local com exposição a Sul.

Fertilização

É uma cultura algo exigente, devendo incorporar-se em fertilização de fundo algum composto.

Rega

Durante a fase inicial é essencial humidade adequada no solo bem como durante a polinização e formação do fruto. O sistema de rega gota-a-gota é interessante para a cultura para além do fornecimento hídrico preciso evita também água sobre as folhas que pode levar ao desenvolvimento de doenças.

Controlo de infestantes

mulching  é uma opção interessante para a cultura, quer com materiais orgânicos que com plástico pois ajuda a evitar a competição das infestantes com a cultura, evitar o contacto das curgetes com o solo e ainda poder aumentar a temperatura do solo em cultivos precoces.

Controlo de pragas

Os ácaros, afídeos, mosca branca e tripes são pragas da cultura. Para o controlo dos ácaros pode optar-se pela luta biológica com ácaros predadores bem com a aplicação de azadiractina e enxofre em pó. Para o controlo dos afídeos deve ter-se em atenção as fertilizações moderadas sem excesso de azoto, limitação natural com sebes em bordadura para favorecer os auxiliares, luta biológica com himenópteros parasitoides ou predadores, pulverizações semanais com chorume de urtiga, e ainda aplicações de sabão de potássio e azadiractina. Para o controlo da mosca branca deve ter-se em atenção as fertilizações moderadas sem excesso de azoto, não transplantar plantas infestadas do viveiro, colocar placas amarelas com para deteção, luta biológica com himenópteros parasitoides e ácaros predadores para além do uso da azadiractina. Por fim, as tripes dvem ser controladas através do uso de plantas adequadas em bordadura favoráveis aos auxiliares antocorídeos (como malmequeres)  e luta biológica com ácaros predadores e antocorídeos.

Controlo de doenças

A fusariose, míldio, oídio e podridão cinzenta são doenças da cultura. Para o controlo do fusário recomenda-se a prática de rotações culturais adequadas, biofumigação e solarização do solo. O míldio é controlado através rotações culturais adequadas, compassos largos, evitar excesso de água no solo e o uso de fungicidas cúpricos. O oídio é controlado através do uso de compassos largos, fertilizações moderadas sem excesso de azoto, podendo também aplicar-se enxofre em pó polvilhável ou molhável (como alternativa usar-se enxofre em pó + lithothamne (1:1) em polvilhação, sendo menos fitotóxico que enxofre estreme).

Branqueamento

Colheita

Devido à colheita ser escalonada é conveniente ir verificando regularmente ( 2 a 3 vezes por semana) o estado da cultura, pois é muito fácil os frutos ficarem com tamanhos superiores ao pretendido.

Pós-colheita

Os frutos podem ser mantidos por cerca de duas semanas a uma temperatura entre os 5 e 10°C e humidade relativa de 95%.

 

 

 

Espécie

Curgete Albarello, Curgete Zuboda

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

© 2022 Loja do Zero

Seleccione um ponto de entrega