Sementes de Abóbora (2 variedades)

1,59

Abóbora ‘Butternut Waltham’

A Abóbora ‘Butternut Waltham’ é uma variedade trepadora, com frutos em forma de pêra, de casca fina e cor creme. O interior é carnudo e de um laranja vivo. Frutos de 1,5 a 2 kg. A maturação é tardia, podendo-se armazenar por vários meses. Ideal e muito prática na cozinha devido à sua forma. O seu sabor é doce e com um leve toque a frutos secos. Uma maravilha!

Quantidade: 1,5grs

Abóbora Hokkaido (Red Kuri)

A Abóbora Hokkaido é uma arredondada, com peso médio de 1,5 kg. A casca tem a cor laranja viva e o interior é amarelo e carnudo. É uma variedade bastante produtiva. Com um manuseamento cuidado durante a colheita e com boas condições de armazenamento pode conservar-se durante vários meses. Incrivelmente saborosa, possui notas de frutos secos no paladar!

Quantidade: 15 sementes

Produzido em Portugal, Idanha-a-Nova

REF: SA-AB2V-SV Categorias: , Marca:

A Marca

 

A Sementes Vivas, fundada em 2015, é a única empresa ibérica dedicada de forma exclusiva à produção de sementes 100% biológicas, de alta qualidade com certificação biológica e certificação Demeter. Fazem a produção e o melhoramento de sementes biológicas para consumidores finais, agricultores profissionais e viveiros, retalho e ainda a multiplicação para outras empresas de sementes europeias.

Esta certificação DEMETER é ainda mais restrita e específica que a certificação biológica, comprovando que tentam ao máximo ter práticas agrícolas que promovam um ciclo fechado na sua quinta, com a compra de menos insumos de fora. A utilização de adubos é praticamente nula, focando-se principalmente na adubação verde e na rotação de culturas.

A quinta da Sementes Vivas tem outras particularidades, não são só sementes! Têm, por exemplo, um pomar tradicional de amendoeiras com 28 anos. Há dois anos aumentaram o pomar com plantações de árvores de fruto de diversas variedades: macieiras, pereiras, laranjeiras, romãzeiras, cerejeiras, entre outras.

Outra destas particularidades são as galinhas! Têm um galinheiro com algumas dezenas de galinha autóctones da raça Pedrês Portuguesa que  ajudam com a limpeza, e trazem fertilidade de volta ao consumirem os restos do processamento de sementes. São também preciosas na ajuda do controlo de algumas pragas.

 

Época de Sementeira

 

Abóbora ‘Butternut Waltham’

Abóbora Hokkaido (Red Kuri)

 

Dicas de Cultivos

 

Abóbora ‘Butternut Waltham’

Sementeira

Feita no local definitivo ou em tabuleiro com posterior transplante quando as plantas tem cerca de 10 cm.

Solo

Solos férteis, de textura franca e com boa drenagem são indicados para a cultura. O pH do solo deve situar-se entre 6.5 e 7.0

Clima

É uma cultura que gosta de condições quentes, sendo a temperatura ideal para o crescimento e formação do fruto entre os 22 e 32°C, com temperaturas noturnas que não baixem normalmente dos 20°C, pois temperaturas abaixo desse valor levam a um mau crescimento do tubo polínico. A temperatura do solo aquando a sementeira deve ser pelo menos 20°C.

Fertilização

É uma cultura exigente em azoto, pelo que antes da instalação da cultura deve ser feita a incorporação de matéria orgânica bem compostada no solo.

Rega

A rega é essencial durante a floração, fecundação e crescimento do fruto, devendo as dotações serem reduzidas gradualmente com o avançar do estado de maturação do fruto. Com isso, a rega gota-a-gota torna-se uma boa opção para a cultura, devido às diferentes exigências ao longo do ciclo e não colocando água sobre as folhas (que pode levar ao desenvolvimento de doenças).

Controlo de infestantes

O controlo mecânico nas fases iniciais do ciclo da cultura e o mulching com materiais orgânicos ou plástico são opções que ajudam a evitar a competição entre as infestantes e a cultura.

Controlo de pragas

Os ácaros e as tripes são pragas da cultura. Para o controlo dos ácaros pode ser feita luta biológica com ácaros predadores e aplicação de azadiractina e enxofre em pó (se temperatura < 28°C). O controlo das tripes é realizado através do uso de plantas em bordadura favoráveis aos auxiliares antocorídeos (malmequeres e outras compostas) e pela luta biológica com ácaros predadores e antocorídeos.

Controlo de doenças

fusariose e o míldio são doenças da cultura. Para o controlo da fusariose devem ser feitas rotações culturais adequadas, biofumigação e solarização do solo. Quanto ao controlo do míldio devem ser usadas rotações culturais adequadas, melhorias na estrutura e permeabilidade do solo (evitando encharcamentos), pelo uso de compassos largos e aplicação de fungicidas cúpricos

Abóbora Hokkaido (Red Kuri)

Sementeira

Feita no local definitivo ou em tabuleiro com posterior transplante quando as plantas tem cerca de 10 cm.

Solo

Solos férteis, de textura franca e com boa drenagem são indicados para a cultura. O pH do solo deve situar-se entre 6.5 e 7.0

Clima

É uma cultura que gosta de condições quentes, sendo a temperatura ideal para o crescimento e formação do fruto entre os 22 e 32°C, com temperaturas noturnas que não baixem normalmente dos 20°C, pois temperaturas abaixo desse valor levam a um mau crescimento do tubo polínico. A temperatura do solo aquando a sementeira deve ser pelo menos 20°C.

Fertilização

É uma cultura exigente em azoto, pelo que antes da instalação da cultura deve ser feita a incorporação de matéria orgânica bem compostada no solo.

Rega

A rega é essencial durante a floração, fecundação e crescimento do fruto, devendo as dotações serem reduzidas gradualmente com o avançar do estado de maturação do fruto. Com isso, a rega gota-a-gota torna-se uma boa opção para a cultura, devido às diferentes exigências ao longo do ciclo e não colocando água sobre as folhas (que pode levar ao desenvolvimento de doenças).

Controlo de infestantes

O controlo mecânico nas fases iniciais do ciclo da cultura e o mulching com materiais orgânicos ou plástico são opções que ajudam a evitar a competição entre as infestantes e a cultura.

Controlo de pragas

Os ácaros e as tripes são pragas da cultura. Para o controlo dos ácaros pode ser feita luta biológica com ácaros predadores e aplicação de azadiractina e enxofre em pó (se temperatura < 28°C). O controlo das tripes é realizado através do uso de plantas em bordadura favoráveis aos auxiliares antocorídeos (malmequeres e outras compostas) e pela luta biológica com ácaros predadores e antocorídeos.

Controlo de doenças

fusariose e o míldio são doenças da cultura. Para o controlo da fusariose devem ser feitas rotações culturais adequadas, biofumigação e solarização do solo. Quanto ao controlo do míldio devem ser usadas rotações culturais adequadas, melhorias na estrutura e permeabilidade do solo (evitando encharcamentos), pelo uso de compassos largos e aplicação de fungicidas cúpricos.

 

 

 

Espécie

Abóbora 'Butternut Waltham', Abóbora Hokkaido 'Red Kuri'

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

© 2022 Loja do Zero

Seleccione um ponto de entrega