04/07/2019

Película aderente

Cá em casa usamos caixas de vidro para tudo, pelo que raramente damos pela falta da película aderente. No entanto, às vezes só temos caixas enormes para… meio limão! E é nessas alturas que recorremos a alternativas. Usamos muito o beeswrap e, mais recentemente, os food huggers, para além dos tradicionais recipientes de vidro, mas existem muitas opções, que deixo abaixo.

Recipientes de vidro

Imagem: Eating Well

Não dão para tudo, mas dão para muita coisa e existem em muitos formatos. Se não tiverem já tupperwares/caixas de vidro e precisarem de comprar, prefiram com tampo de metal, vidro ou madeira (as únicas de madeira eficazes – que vedam bem – que experimentei são as da IKEA, que deixo neste link ). Assim, mesmo quando chegarem ao final da vida útil, podem ser reciclados ou degradados naturalmente (no caso da madeira). Se já tiverem em casa outras opções, usem-nas! Reutilizar é sempre melhor do que comprar novo.

Imagem: Bee’sWrap

Wraps de Cera

Vende-se em muitos sítios e há muitas marcas (já experimentei a Bee’s Wrap, a Abeego e a Superbee. Todos impecáveis.). Também dá para fazer uma versão DIY, com panos (velhos, por exemplo) e pedaços de cera de abelha, mas pelas reviews que li, os de compra são mais eficazes.

Atenção: Para quem é vegan, o beeswrap não serve, porque tem cera de abelha. Mas existem opções com cera de soja, igualmente boas – vejam a Rowen e os Vegan Food Wrap à venda na MindtheTrash!

Silicon Wrap

Imagem Future Living

É uma boa opção para quem é vegan, já que não contém componentes de origem animal. Para além disso, pode usar-se no forno para substituir também o papel de forno. Há em vários tamanhos e estes wraps “esticam” por cima de taças. Desvantagem: não dá para embrulhar frutas/legumes pequenos, porque não prende como o beeswrap. No entanto, os da Agreena agarram bastante bem sobre si próprios.

Food huggers / Stretch Lids

Imagem Seed&Sprout

Vamos imaginar que optaram pelo silicon wrap e precisam de reservar meio limão que sobrou de qualquer coisa. Os food huggers são uma boa ajuda. São “capas” de silicone que esticam para tapar pequenos alimentos. Pessoalmente continuo a preferir beeswrap ou embalagens de vidro, porque estes não são tão facilmente recicláveis, mas é uma questão de verem o que funciona melhor para vocês 🙂

Dica: há uma opção muito económica na IKEA (3 peças com tamanhos diferentes por 3,5€). Deixo-vos o link aqui!

Stasher Bags

Imagem: Stasher Bag

Uma boa alternativa aos saquinhos de fecho hermético descartáveis. As stasher bags são óptimas para congelar alimentos facilmente. Para além disso, podem também substituir película aderente, uma vez que podem colocar os produtos dentro destes sacos no frigorífico, para levar lanches/sandwiches para o trabalho/escola. Para além disto, podem ainda ser colocados no congelador e ainda podem ser utilizados para cozinhar a vapor!

Cloth Bowl Covers (ou panos com elástico)

Imagem Terumah

Pontos a favor desta opção:

1. Podem colocar na máquina de lavar quando se sujam (fácil, fácil)

2. Podem fazer em casa com restos de tecido e um elástico

4 comentários em "Película aderente"

  • 16/07/2019 ás 20:59

    […] também em casa, com restos de tecido, pedaços de cera, óleo de jojoba, resina e alguma perícia. Vejam aqui um post sobre alternativas para a película aderente, no qual falo dos […]

    Responder
  • Catarina
    20/07/2019 ás 20:50

    Olá Catarina! Estou a adorar o teu blog :). Conheces/aconselhas alguma marca que venda os Cloth Bowl Covers? Obrigada, beijinhos!

    Responder
    • Beco
      24/07/2019 ás 14:01

      Olá 🙂 Obrigada pelo feedback!
      Não conheço uma marca específica, mas vendem muitos na Etsy (https://www.etsy.com/market/fabric_bowl_covers). No entanto, nada como experimentar fazer em casa com panos velhos e restos de tecidos!

      Beijinhos,
      Catarina FPB

      Responder
  • […] películas aderentes e utensílios descartáveis de conservação (como os sacos de congelação). Tinha já um post sobre isto, que deixo AQUI. É uma lista bastante completa, onde poderão certamente encontrar aquilo que faça mais sentido […]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *